Servtec inaugura primeiras plantas de geração distribuída em São Paulo e Bahia

Projeto orçado em R$ 68 milhões ainda inclui a construção de mais duas usinas; expectativa para este ano é implantar 180 MWp em energia solar

Pela primeira vez, a Servetc Energia entregou, em fevereiro, duas usinas solares em geração distribuída, localizadas em Canas (SP) e Oliveira dos Brejinhos (BA), totalizando 10,1 MWp. Os projetos nos dois estados são parte da primeira fase de investimentos do grupo Darby Servtec GD. O projeto na casa dos R$ 68 milhões ainda inclui a construção de mais duas usinas que juntas com as recém-inauguradas somarão 15 MWp.

“Com experiência adquirida ao longo de 20 anos implantando e operando usinas de geração centralizada, vamos atuar forte no segmento de geração distribuída. Além de implantarmos projetos greenfiled, estamos também adquirindo projetos em construção ou mesmo operacionais”, comentou Pedro Fiúza, CEO do Grupo Servtec, em nota à imprensa.

O grupo marcou a entrada no segmento de geração distribuída em setembro de 2019, quando adquiriu quatro plantas solares, localizadas em São Paulo e na Bahia. Os contratos de longo prazo foram negociados com um dos principais players do segmento de Telecom. Em 2020, a companhia tem a expectativa de implantar 180 MWp em energia solar. Há mais de 20 anos no setor de energia, o Grupo Servtec investe, implanta e opera usinas de geração centralizada, que somam 950 MW de potência instalada.

Recentemente, o Brasil de atingiu a marca de 2 gigawatts (GW) de potência instalada em sistemas de microgeração e minigeração distribuída solar fotovoltaica em residências, comércios, indústrias, produtores rurais, prédios públicos e pequenos terrenos.

Segundo mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), a fonte solar fotovoltaica representa 99,8% das instalações de geração distribuída do País, num total de 171 mil sistemas solares fotovoltaicos conectados à rede e mais de R$ 10 bilhões em investimentos acumulados desde 2012, espalhados pelas cinco regiões nacionais.

Em número de sistemas fotovoltaicos instalados no Brasil, os consumidores residenciais estão no topo da lista, representando 72,60% do total. Em seguida, aparecem as empresas dos setores de comércio e serviços (17,99%), consumidores rurais (6,25%), indústrias (2,68%), poder público (0,43%) e outros tipos, como serviços públicos (0,04%) e iluminação pública (0,01%).

 

Fonte: https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-solar/servetec-inaugura-primeiras-plantas-de-geracao-distribuida-em-sao-paulo-e-bahia.html

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Veja Também

Outras matérias

Copyrjght © Servtec - 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Le Pera | Inspirit. Nosso negócio é vender ; )